09/09/2016

Equipamentos de Segurança: Normas Européias (EN) Pt.2

Boas Galera!

Conforme prometido, vamos explicar mais a fundo cada uma das EN's para ajudar na aquisição de seus novos equipamentos. Vamos falar primeiro da EN CE 1621 que é a certificação que os protetores de ombros, cotovelos, costas, joelhos e quadris recebem. SE você não leu a primeira parte, clique aqui e tenha acesso ao texto.

Este parâmetro especifica que a energia de impacto do impactador na proteção para os motociclistas deva ser de 50 joules, algo como um corpo de 2,5 kg caindo de uma altura de 2 metros, e a média da força transmitida e permitida para o corpo humano não deve ultrapassar 35 kN (quilo Newton).

Manual que acompanha a Jaqueta Dainese Xantum
Estas normas são revistas ou atualizadas a cada determinado período de anos. Desde as últimas atualizações os requisitos não mudaram. Para o padrão EN 1621, os requisitos de rotulagem no padrão 1997 e do atual padrão de 2003, são as seguintes:



A EN 1621 que consiste em duas divisões:

EN 1621-1: 1997 - vestuário de proteção contra os choques mecânicos - protetores de impacto.

Nível 1 protetores: A força máxima transmitida deve ser inferior a 18 kN, e nenhum valor único será superior a 24 kN.

Tipo de protetor:
S - ombro
E - cotovelo
H - quadril
K - joelho
K + L - joelho + tíbia superior e médio
L - frente da perna abaixo um protetor "K"

Além disso, uma indicação da área coberta:

A - cobertura reduzida para aplicações especializadas
B - Cobertura normais

EN 1621-2: 2003 - vestuário de proteção contra os choques mecânicos, protetores de costas.

Nível 2 protetores: A força máxima transmitida deve ser inferior a 9 kN, e nenhum valor único será superior a 12 kN.

Tipo de protetor:

B - Protetor volta completa

L - Única proteção lombar 



Para o parâmetro EN 1621-2 que se refere a protetores de costas a energia de impacto é a mesma que a dos protetores dos braços e pernas, de 50 Joules, mas a força transmitida é menor que a dos protetores dos membros está em 18 kN para produtos “Nível 1” e 9 kN para produtos “Nível 2” de alto desempenho. 

Há críticas sobre essas especificações por especialistas médicos que consideram muito altos os níveis de força transmitida, citando décadas de pesquisa automotiva as quais indicam 4 kN ser a força máxima que os ossos das costelas humana podem suportar antes de quebrarem, 4 kN é o requerimento adotado nos parâmetros que se referem, por exemplo, a protetores de corpo para cavaleiros e equipamentos de arte marciais.

O parâmetro para roupas CE EN 13595 “Roupas protetoras para motociclistas profissionais – jaquetas, calças e uma peça ou conjunto separado” surgiu no final de 2002. As normativas para observarmos nas jaquetas que diz respeito a revestimentos, calças, conjunto de uma ou duas peças são duas:

CE EN 13595, que consiste em 4 secções, que são:

CE EN 13595-1/04
Vestuário de proteção para pilotos profissionais (leia-se usuários) de motocicleta - Requisitos gerais;

CE EN 13595-2/04
[...] Método de ensaio para determinação da Resistência à abrasão e impacto;

CE EN 13595-3/04
[...] Método de ensaio para determinação da Resistência ao rebentamento;

CE EN 13595-4/04
[...] Método de ensaio para determinação da Resistência ao impacto de corte.

Este padrão é baseado em uma análise nos acidentes com moto. As roupas utilizadas durante os testes são analisadas ​​por zonas (ver figura). Zonas 1 e 2 são os mais expostos. Zonas 1 devem ser obrigatoriamente equipados com protetores homologados (ombros, cotovelos, quadris, joelhos).

Nível de desempenho 1 ou 2 

Quadro de síntese para as zonas 1 e 2 de acordo com EN 13595 (e terceiro nível Cambridge padrão)

                      Resistência a abrasão        Força estourar            Perfuração

niv 1 sistema         4,0 segundos                  700 kPa                    25 mm

niv.2                     7,0 segundos                  800 kPa                    15 mm

niv.3                     12,0 segundos                1000 kPa                  10 mm


*Nota do editor: 7 s correspondem a uma queda para cerca de 110 km/h 

Nível de desempenho 3 ou 4 

Tabela de resumo para as zonas 3 e 4 de acordo com EN 13595 (e terceiro nível Cambridge padrão)
                      resistência a abrasão        força estourar             perfuração
niv 1 sistema       1,8 s (Zona 3)           500 kPa (Zona 3)       30 mm (Zona 3)
                          1 s    (Zona 4)           400 kPa (Zona 4)       35 mm (Zona 4)

niv.2                   2,5 s (Zona 3)           600 kPa (Zona 3)       25 mm (Zona 3) 
                          1,5 s (Zona 4)           450 kPa (Zona 4)       30 mm (Zona 4)

niv.3                   4,0 s (Zona 3)           800 kPa (Zona 3)       20 mm (Zona 3) 
                          2,5 s (Zona 4)           500 kPa (Zona 4 )      25 mm (Zona 4)

Jaqueta modelo Atem com certificação
CE EN 13595-1
Há uma má interpretação que os Parâmetros Europeus para roupas não se aplicam a motociclistas de laser, somente a motociclistas profissionais. Os grupos de motociclistas na época, concordaram em apoiar os parâmetros se as roupas para motociclistas de laser fossem excluídas, para evitar que os parâmetros fossem usados como forma de coerção. 

Contudo, como tem sido explicado os parâmetros são considerados para roupas em geral, não para usuários ou grupos na condução de motocicletas tanto para profissionais como para não-profissionais. 



Espero ter ajudado!






Boas estradas!



Mais informações acesse:



Um comentário:

  1. Até que em fim a continuação da postagem para entender mais sobre a segurança Europeia para andar de motocicleta

    ResponderExcluir