11/01/2016

Um pouco do ABS...

Boas Galera!

Vou escrever hoje a respeito do tão falado, questionado (para muitos um grande mistério ainda) e eficiente sistema de freio anti travamento, o ABS... E antes de mais nada, tenha em mente que o ABS não é um escudo protetor, não é anjo da guarda e muito menos um amuleto que te dá super poderes te deixando invulnerável ou  imortal, ele simplesmente é uma ferramenta que ajuda a evitar os erros humanos... Respeitar os limites de velocidades já reduz em muito a probabilidade de se envolver em um acidente, respeitar os seus próprios limites e os limites de sua moto também, e ande sempre atento ao que acontece a sua volta, beleza? Então vamos começar com um pouco de história e boa leitura!

 
O freio ABS foi criado pela empresa alemã Robert Bosch GmbH, mundialmente conhecida como Bosch, e foi disponibilizado para o uso em 1978, com o nome de Antiblockier-Bremssystem, embora até hoje mais frequentemente traduzido como a "versão inglesa" da palavra, Anti-lock Breaking System. Nos carros, as versões atuais do sistema são eletrônicas e pesam em torno de 1,5 kg, muito leve ao comparar com os 6,3 kg de sua versão 2.0 criada em 1978. A Bosch fabrica o sistema ABS para motos desde 1994.


Nas motos, devido a dinâmica e física que agem sobre elas, acabam que, as tornam mais instáveis durante as frenagens, exigindo uma maior sensibilidade (e bom senso) do piloto e por esse motivo (ou um deles), os motociclistas tendem a ser relutantes em frear mais forte, visto que o travamento das rodas pode acabar em uma queda, ainda mais se usar o freio errado e na hora errada.


Lembrando que o freio de maior eficiência é o dianteiro, portanto é nele que devemos colocar maior pressão e que muita gente por ai ainda acha isso loucura e que vai acabar capotando a moto...

Como tudo, a tecnologia se desenvolveu trazendo benefícios e o principal ponto (neste caso) é diminuir o índice de falha humana, o ABS permite que o piloto freie forte com total eficiência e segurança, impedindo que as rodas travem e os pneus percam sua aderência levando a moto a derrapar. A moto equipada com ABS pode (e vai ajudar) evitar acidentes reduzindo a distância e o tempo da frenagem evitando o travamento da roda em situações de frenagens mais duras e melhorando a estabilidade da moto. 

O freio nada mais é do que um sistema criado para parar o movimento da roda, e os pneus são os responsáveis pelo atrito com o solo e este fator sim tem a função de diminuir a velocidade e parar a motocicleta (ou o carro, caminhão, ônibus, bicicleta...) num determinado espaço de tempo. Ou seja, a função do freio é parar o movimento da roda, então lembre-se de sempre checar a vida útil de seus pneus para que o conjunto possa funcionar de forma correta. 

O ABS é ativado através de sensores eletrônicos que ficam posicionados nos discos e calipers de freios que detectam e fazem a leitura de sua velocidade. Ao acionar o freio, ele lê o momento em que o sistema esta prestes a travar o movimento da roda e, ameniza a pressão no freio evitando assim que ele trave e possa causar uma provável derrapagem. 

Pesquisas feitas na Austrália e Estados Unidos mostraram que motocicletas com sistema ABS oferecem benefícios de segurança (e de integridade física, né?) significativos para os seus usuários, associando reduções nos números de acidentes, pela eficiência na redução da distância em frenagens e na maior e melhor estabilidade da motocicleta em comparação a motos iguais com e sem o sistema ABS, portanto, deve ser uma das prioridade na lista de requisitos básicos para qualquer motociclista que queira comprar uma moto nova ou fazer um up grade. 

Numa mesma comparação, testes em circuito fechado demonstram que as distâncias de frenagem podem ser reduzidas em até 20% e que as taxas de desaceleração podem ser melhoradas em até 35%. A desaceleração do nosso corpo em caso de uma colisão a 60 km's por hora é equivalente a cair de um edifício de aproximadamente 5 andares.


Vamos imaginar o seguinte como exemplo, um piloto experiente viajando a 100 km/h precisa de uma distância de frenagem estimada em 58,5 metros para fazer com que a moto pare completamente, sem contar com o tempo de sua reação. Com a mesma moto e piloto, mas com a adição do sistema ABS a distância é reduzida para 49,5 metros, uma redução de 9 metros na distância de frenagem ou seja 15,4% a menos.

O tempo de reação que um adulto em plenas condições físicas e psíquicas sem nenhum outro fator interferindo em sua fisiologia é variável, mas de modo geral fica em torno de 1 segundo, ou seja, a 100 km/h, antes de acionar o freio o piloto percorreu 28 metros até começar a acionar o sistema de freio.



Recapitulando, quando acionamos os freios com mais força e o pneu derrapa, levamos mais tempo para parar do que se a roda permanecer girando mantendo o pneu em contato com o asfalto, reduzindo também a estabilidade da moto, principalmente se não estivermos com uma postura correta. O sistema ABS evita essas derrapagens ao controlar a pressão da frenagem aplicada a cada roda, evitando o travamento das rodas e, assim, proporciona uma distância de frenagem mais curta e deixando a moto mais estável. 


Eles funcionam de forma semelhante ao ABS's dos automóveis no entanto, os requisitos de frenagem na motocicleta são diferentes com acionamentos separados para freio dianteiro e traseiro, enviando separadamente a força de ação dos freios. O sistema fornece a quantidade certa de pressão para as rodas, permitindo que o piloto freie tão forte quanto ele consiga, sem o risco de bloquear as rodas. Desta forma, um piloto que "agarrar" ou como dizemos, "alicatar" firme e forte nos freios como resultado a uma situação repentina ou inesperada não precisa ter o cuidado de soltar o freio e voltar a acionar os freios para compensar uma roda que venha a travar, o sistema faz o trabalho por voce.


O freio CBS (Combine Brake System), é um sistema similar ao ABS e foi aplicado pela primeira vez na década de 70 pela Honda em motocicletas de competições de longas distâncias e o objetivo inicial era reduzir a fadiga causada ao piloto no uso continuo dos freios em provas desse tipo.

É um sistema de freio que combina o uso de ambos os freios fazendo a proporção de divisão de força por si só, mesmo que voce só use o freio traseiro (o jeito mais comum e errado de se frear) ele libera uma boa parte dessa força para a roda da frente (e vice-e-versa) auxiliando e melhorando a frenagem e este sistema é mais barato (e mais simples) do que o ABS.

Aproveitando, vou estender um pouco mais e falar sobre outros dois componentes. Algumas motos hoje oferecem controle de tração (DTC - Dynamic Traction Control) que trabalha em paralelo ao sistema ABS. O Controle de tração é independente do ABS, este é um sistema que controla o despejo de potência do motor para a roda e sua função é que se possa aproveitar ao máximo a tração da moto, independente do tipo de piso que está, seja no asfalto ou na terra.

Comandado por uma central que trabalha com as informações recebidas de sensores de velocidade instalados nas rodas, que captam toda e qualquer variação brusca de velocidade entre as rodas dianteira e traseira (uma derrapagem). Estes dados são processados pela central e ela automaticamente corta a potência do motor corrigindo e eliminando o giro em falso da roda traseira, responsável pela tração. Em motos de competição, a pior parte é saber regular ele porque o piloto tem que ter uma grande sensibilidade para andar muito forte e ter a noção exata de quanto a moto esta patinando, para nós simples mortais as fabricas ja colocam alguns setup's prontos para usar.

E a moto à prova de acidentes? Já pensou nisso? Poder andar a vontade sem medo porque voce não vai cair? Pois é, este é o também sistema da Bosch denominado MSC (Motorcycle Stability Control) que foi desenvolvido com esta finalidade, evitar e corrigir qualquer falha humana durante uma pilotagem. Este sistema consegue ler o quanto estamos inclinados e se caso devido a isso a moto chegar ao ponto de escorregar a frente ou traseira, ele age e corrige isso pra voce. O mesmo se no meio de uma curva, totalmente inclinado voce acione o freio da frente ou o de trás...incrível né? Assistam ao video abaixo...



Umas dicas valiosas, respeite os limites de velocidade, respeite os seus limites, respeite os outros usuários das vias por onde estiver, aprenda sobre a potencia de seus freios, limites de sua moto, e tudo mais relativo a ela e sobre uma forma segura de pilotagem, independente se a sua motocicleta tem o sistema ABS, CBS, DTC, MSC ou nenhum deles, ou do tempo que voce pilota...






*Leia mais a respeito do MSC no site da BBC, acessando aqui
e conheça o modelo da KTM que dispõe deste dispositivo aqui







...Espero ter ajudado...



Boas Estradas!


Mais dicas aqui:

5 comentários:

  1. BOA TARDE, EU GOSTARIA DE SABER SE HÁ POSSIBILIDADE DE COLOCAR FREIO A B S , EM UMA HARLEY USADA 1991.

    ResponderExcluir
  2. BOA TARDE, EU GOSTARIA DE SABER SE HÁ POSSIBILIDADE DE COLOCAR FREIO A B S , EM UMA HARLEY USADA 1991.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Arno, boa tarde... voce precisaria falar com algum mecanico que faça customização e ver a possibilidade...

      Excluir
  3. Fantástico, parabéns pela belíssima matéria!

    ResponderExcluir